Instalando o aparelho PostgreSQL no Slackware

Neste pequeno artigo, aprenderemos como montar um servidor POSTGRESQL. Por padrão o Slackware não disponibiliza o PostgreSQL em sua distribuição.Vamos ao iniciar:

Preparando o Terreno

Baixaremos a versão já compilada para o slackware:

#wget http://repository.slacky.eu/slackware-12. 2/database/postgresql/8.3.7/postgresql-8.3.7-i486-2sl.tgz

Criaremos o diretório onde ficarão os arquivos do banco dados
#mkdir -p /var/lib/pgsql
Daremos agora permissões:
#chown pgsql.pgsql /var/lib/pgsql –R
Daremos permissão no arquivo de excução do Postgres.
#chmod +x /etc/rc.d/rc.pgsql
Iniciaremos agora o banco de dados.
#su – pgsql
$initdb -D /var/lib/pgsql/data
$exit
#

Pronto, seu PostgreSQL está devidamente configurado.
Feito isto basta iniciar o banco de dados:
# /etc/rc.d/rc.pgsql start
Starting PostgreSQL…
server starting

Neste momento o banco de dados está plenamente funcional, é necessário, no entanto configurar o SGDB para torná-lo seguro. O mínimo a ser efetuado seria algo do tipo:
# su pgsql
$ psql pgsql

Welcome to psql 8.3.7, the PostgreSQL interactive terminal.

Type: \copyright for distribution terms
\h for help with SQL commands
\? for help with psql commands
\g or terminate with semicolon to execute query
\q to quit

postgres=# alter user pgsql with password ‘senha’;
ALTER ROLE

O comando acima foi para definir uma senha para o superusuário pgsql.
Criaremos um usuário de para acessar o PostGres.

postgres=# create user diego;
postgres=# alter user diego with password ‘senha’;
ALTER ROLE

E editar o arquivo /var/lib/pgsql/pg_hba.conf para restringir quem pode acessar o banco de dados e como. O ideal seria comentar todas as três entradas default e acrescentar algo como:
# cat pg_hba.conf | grep -Ev ‘^#|^$’
local postgres postgres password
host postgres postgres 127.0.0.1/32 password
host banco conta a.b.c.d/32 password

Se não quiser apenas conexões locais (via socket) adicione as variáveis no arquivo de inicialização do PostGres BIND e HOST, HOST é a variável que guardará o endereço onde o servidor irá aguardar novas conexões,editando o arquivo:

#vim # /etc/rc.d/rc.pgsql
#Adicionar as variáveis
#No lugar de 192.168.2.10 o IP da maquina.
HOST=192.168.2.10
BIND=”-o ‘-i -h $HOST'”

#Na linha onde contem (su pgsql -c “pg_ctl start -D $DBCLUSTER -l $SERVERLOG), altere para:
su pgsql -c “pg_ctl start -D $DBCLUSTER -l $SERVERLOG $BIND”

Para acessar pela rede será desta forma:
#psql -h 192.168.2.10 banco -U conta
Password for user conta:
Welcome to psql 8.3.7, the PostgreSQL interactive terminal.

Type: \copyright for distribution terms
\h for help with SQL commands
\? for help with psql commands
\g or terminate with semicolon to execute query
\q to quit

banco=>

Se você estiver no Windows e estiver usando algum cliente PostgreSQL como “PGADMIN III”, você conseguirá acessar normalmente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s